O amor é cego surdo e mudo, diz-se por aí, mas isso não quer dizer que é parvo ou burro…
Quem sabe o que é amar, vai perceber facilmente que ser cego, não quer dizer que não vê, ou que tudo o que vê , sendo mau, ao seus olhos é bom , não, não é nada disso.

É cego, porque o que sente com o olhar, está em sintonia, com o que quer receber, e do outro, só receberá, o que sabe que quer colher…
Quem pensa que  ele é surdo, porque releva por vezes palavras estúpidas , desengana-se, porque quem sabe o que é amar de verdade, as palavras estúpidas não fazem parte das pessoas de eleição, do coração, a surdez tem a ver com o que os ouvidos sentem, sem que as palavras necessitem de (não) ser ditas.
Por fim, quem acha que o amor é mudo, porque ele tudo consente, está enganado, porque quem sabe o que é amar de verdade, as palavras são acessórios superfulos,  para não usar…
O amor vê sem olhar, ouve sem escutar, e fala sem nada dizer, apenas, porque o amor e amar, está acima de tudo isso, e muito mais, amar e amor, é sentir com todos os poros, não tem princípio, não tem fim e nem género, amar é sentir na plenitude, todas as energias alinhadas na direcção certa, amar é ignorar o que não interessa…
Na falta de palavras grandes para expressar o amor e o amar, fico-me pela minha máxima:
Amar, é o estado avançado da nossa existência…

EU E O MEU MUNDO 🌎

Anúncios