Da janela do quarto dela,

A imagem foi imponente, Ela não ficou indiferente…

O canto dos pássaros recolheram-se no silêncio, do vento…

Ela sempre soube que este dia seria diferente…

A noite chegou, e com ela outra calma voltou….

São noites que antecedem os dias, com tempo no pensamento

Hoje não foi diferente, trocou o sol pela lua

Deixou-a entrar  pela janela

Encheu o quarto dela

Estacionou de mansinho, dentro daquele cantinho

Amanhã abrirá de novo a janela

Para novamente perceber a vida

Numa outra perspectiva… A dela…

ELA É O  MUNDO

……………………………………………..

Anúncios