Sentada na minha cama
Leio e releio, verborreias natalícias…
Umas com sentido e outras para cumprir calendario
Umas giras outras lamechas e enjoativas
Falta de inovação
Num universo repleto de ilusao
Não fiz ar arvore de natal
O meu jardim tem imensas
Não coloquei luzinhas de múltiplas cores
O ceu esta cheio delas
Não comprei presente para ninguém
O único aniversariante segundo a lei de cristo
Já ca não esta faz muitos milênios
Não posso oferecer aos outros, o que não lhes diz respeito
Mas, estou presente todos os dias
Para dar um sorriso, ou para dar um raspanete
Estou presente todos os dias
Para tentar e fazer com que este mundo seja melhor
Estou presente todos os dias
Para quem precisar de mim
Não enviei mensagens repetitivas de feliz natal
Não retribui as que me foram enviadas
Eu estou presente no mundo todos os dias
Um dia não faz a diferença
Eu sou assim
Contra as convenções
Não para ser apenas do contra
Mas porque sim (…)
Olham-me como se eu fosse um bicho raro
Pois não me interessa
Não farei nunca parte de parte
Mas sim parte do todo
Todo para mim são 365 dias
Todas as manhas me desejo um feliz dia
Todas as noites agradeço o dia feliz
Também tenho dores de cabeça
E nem tudo é tão linear
Mas faço todos os dias o meu melhor
Tento me superar em cada gesto e titude
Seja contigo ou seja comigo
Também tenho FB
Gosto de ler como (in)evoluem as pessoas
Gosto de publicar minhas verborreias
Gosto de contrariar porque sim (…)
Gosto sobretudo de gostar
Eu vivo para amar
Tudo que seja vivo e faça parte do meu mundo
O meu mundo não tem limites
É todo o universo e arredores
Sou eu, és tu, são eles
Sempre igual evolutivamente todos os dias
Porque natal
É agora ou no carnaval
Na páscoa ou no ano novo
Natal é sempre que eu quiser
Faça o que fizer esteja onde estiver
E nao, não são frases feitas e preconcebidas
É mesmo assim
Não me olhes desse jeito
Não sorrias assim para mim
Eu quero ver o que ainda não foi mostrado
Quero ler o que ainda não foi escrito
Mas sobretudo
Quero sentir que eu tu e todos
Sejamos um uníssono
Neste mundo sem mais rumo
Onde cada um anda meio perdido
Procurando um sentido
Há muito estabelecido…

AC. 27/12/2013

Anúncios