UM DIA

Um dia sonhei sonhar que queria um mundo de brincar
Um mundo sem mais fim, de pessoas de todas as cores
De ideias e ideais, e de pessoas fundamentais

Nesse mundo de brincar
Fundamental é ser original
É estudar o que apetece
Deixar de lado o que nos aborrece

Mas esse mundo de brincar tem espaço para trabalhar?
Claro que a brincar podemos construir um mundo
Repleto de ideias e ideais e de pessoas originais
Deste jeito a trabalhar o mundo só podia ser mesmo espectacular

Mas porque não é assim?
Porque se foram os ideais
A originalidade
E a vontade de só conviver com a verdade

Porque o mundo se contaminou
De muito de tudo e bastante
De pessoas perdidas no tempo
Correndo de uma lado para o outro
Sem objectivo maior
Que não seja o de agradar a quem nada tem para dar

Este é o mundo real
Em que nasci e fui criada
Mas todos os dias adormeço
A pensar e a sonhar
Com um mundo de brincar

Onde não vai existir tempo perdido
Nem conversas desencontradas
Nem almas que caminham sozinhas
Porque estamos acompanhadas

 

Albertina Correia