20140428-223341.jpg

Fui por aí, ao encontro de tempo
Despida de conceitos e preconceitos
Nua de ideias e de momentos

Carregando na mente turbulência
De dias intensos atras dos outros
Carregados de tudo e de pouco

Não estava para ouvir
O que havia para dizer
Não fui atras nem fiquei
Fui caminhando e acalmei

Fui penetrando na noite
Ao encontro das sombras do vento
Não ouvi nem estive presente
E Tudo passou de rrepente

Estive por ai ao encontro do nada
Não fui nem fiquei parada
Caminhei de encontro de tempo
Ouvindo o sussurrar do momento

Estive perto e tão longe
Do nada e do imenso
Não ouvi nem falei, apenas caminhei

De regresso ao meu castelo
Onde de tudo acontece
Fechei-me no imaginario
De um mundo que esta fechado

Amanha é outro dia
Irei de novo ter com vento
Susurrar-lhe o aqui vai dentro
Nem que seja por breve momento

Hoje é para ficar
Quieta neste lugar
Relembrando mais este dia
Onde estive meio perdida…

Anúncios