ESRTAÇÕES DO ANO

Meu choro começou num Inverno ,

pleno de neblinas, chuvas, frio e raízes…

Fui lentamente empurrada para uma primavera

as  raízes, e mesmo sem elas, se transformaram em quimeras

flores, caminhos, ervas e céu aberto

azul, verde, lilás, alaranjado

e quando a noite caia, era mais ”  de tudo isto”

somando um  universo estrelado…

As estrelas transportaram-me para um quente Verão

todas as flores, as cores e os caminhos

depressa foram transformados

em arcos-íris , por mim inventados…

Eis que entra de rompante o majestoso Outono

estação de tudo que está maduro

derramando-se por  lagos, rios e terra

deixando folhas soltas em desalinho

alinhadas com o próximo inverno…

A doce sensação de chegar à ultima estação

onde tudo pode ser branco, puro e quente

como o último verão vestido de ilusão

por uma Primavera passada, com a aromas de jasmim

e de tantas cores também inventadas por mim…

Mas finalmente é Inverno

o ciclo de um momento que não pára com o tempo

nos envolve em pensamentos, sensações contentamentos e desilusões

mas, assim são os anos e as quatro estações

(estados de alma)

13/10/2014

AC

Anúncios