relogios

Chega um momento, que estamos vazios de acções e pensamentos…
Chega um dia, que não queremos que ele se lembre de voltar, para dele nos fazer lembrar…
Chega um dia que parece tudo adormecido…
E quando esse dia chega, nada parece fazer sentido…
Coisas da mente que por ser mentirosa, se deixou por demais exposta , frágil e caprichosa…
Esse dia chega num qualquer dia, sem avisar para que nos possamos preparar…
Esses dias e momentos, que se guardam como tormentos, que vão e vêm, como o partir e regressar, só mesmo para nos atormentar
São dias infinitos, sem hora de chegada, e sem aviso de partida
Partindo com nosso ideais, deixando-nos como idiotas , esperando seu regresso sem sabermos se está errado ou certo…
É, são mesmo dias incertos, na incerteza de cada momento, que nos fazem esperar sentados estes dias sempre atrasados…

(estados de alma)

31/10/2014

AC

Anúncios