albertinapb

 

 

 

 

 

 

 

 

Será que devemos pedir desculpas do fazemos e/ou dizemos?

Eu não sei, mas uma coisa estou certa, se existem desculpas a pedir, só  a mim mesma mas as devo permitir …

Por vezes digo-me coisas que não tem jeito nenhum, mas é o momento, e tenho que me aguentar, afinal não posso fugir de mim…

E, por não poder fugir de mim, fico irritada comigo e com o que digo , mas, só às vezes, porque afinal, e, no final de tudo, eu não merecia dizer e ouvir isso de mim…

E os outros? há…Esses ficam pasmados, arreliados, pensando que deles se trata, levam a peito coisas sem jeito, como se o que eu dissesse, com eles  tivesse a ver…

Por vezes reclamam por desculpas, mas não estão bem, porque desculpas ninguém pede, ninguém as deve dar e ninguém as tem…

Nós somos donos de nós mesmo, responsáveis das barbaridades e coisas boas que fazemos, e essas satisfações nos devemos , portanto a pedir desculpa é mesmo a nós, até para nos apaziguarmos…

Moramos tanto tempo dentro de nós, que maior parte desse tempo,  nos esquecemos que tudo a nós devemos.

Somos donos das nossas circunstâncias, navegamos nelas, rimos brincamos e brigamos, depois lá teremos que deitar a cabeça no travesseiro, meditarmos, nos desculparmos, por fim  abraçarmos-nos , porque afinal, o nosso abraço é intenso, sereno e sincero e não precisamos descolar dele, se só a ele o quisermos…

Desculpas levas-as o vento, para a mente que mente, e não para o pensamento, e como e pensamento por vezes invalida a acção, melhor é não pensar, guardar o que tiver que guardar, barafustar o que tiver que barafustar e depois a si aproprio se desculpar,  se essa necessidade precisar…

Portanto pedir desculpas aos outros , não,  até porque admitimos um erro que muitas vezes nem cometemos…

Mas fica o estatuto do socialmente correcto, e esquecemos-nos do que está verdadeiramente certo…

Sim, somos MESMO nós, que nada devemos nem nada tememos , por isso facilmente nos desculpamos a nós ,  porque eu, e mais eu , estamos em sintonia numa vida repleta de gente, que se desculpa, mas apenas para si mente…

Se existem verdades (nossas ) que sejam ditas tal e qual, porque nós não nos levamos a mal, e o outro não importa, porque no final resta é o bom senso, não o dos outros mas o que carregamos dentro…

EU E AS MINHAS CIRCUNSTANCIAS

Albertina Correia

 

 

 

 

 

Anúncios