P1050978

 

 

 

 

 

 

 

 

Olho o infinito do meu mundo, mergulho nele até me perder

Vejo e sinto coisas que não consigo entender

Ainda assim, é bom e outras nem tanto

Esqueço …

Tenho saudades de mim

De tudo que tinha e que  está guardado estacionado no passado

Passeio pelo presente e vagueio  no  limiar de um futuro por chegar

Luto ingloriamente porque a mente adora estar ausente…

Podia ser simples, ou simplesmente nada

Para mergulhar bem fundo atravessar o ar e o universo

Pendurar-me pelo  avesso

Por fim, cair para  mim,

Triturar mil recordações mofadas em alçapões

Mas  hó  aquele aromo mofado

Igual a livro bem tratado

Parece que foi feito para ficar bem guardado

Esperando outro estado de graça

Que a saudade mata graciosamente

Ignorando como sempre

Este  presente ausente e um futuro inexistente …

 

FIOS TROCADOS

#LERMAISALÉM #POESIA #FILOSOFIA #LEITURA #BOOKS #PENSAMENTOS #SER

 

 

 

 

 

Anúncios