eu

 

Que não se espere de pessoas limitadas, decisões e argumentações inteligentes…

Elas não sabem nada, apenas sabem o que está ao seu nível de interpretação…

Ainda assim, falam,  comentam e agem como se de tudo soubessem, nas limitações de seu “eu”, e o que ela  tão pobremente lhes permite expressar…

Mas o mundo avança, recheados destes seres, para mim inúteis, fazem e desfazem, com uma “inteligência” de rato, minando tudo e todos, não deixando margem de manobra, fazendo parecer que os  mais capacitados em comparação com estes, até são bastante atrasados…

Fujamos antes que seja tarde…

E como se foge dos ratos?

Não se foge, eles multiplicam-se, e se nos descuidamos, até os miolos nos comem a sangue frio…

Entendamos o mundo, e com quem queremos conviver.

Os “ratos” , apenas  deveriam dar-se com os ratos, os restantes, que não querem o alinhamento da (in)sanidade medieval, que se escondam bem, e se façam passar por parvos, já que, chagados a este ponto, os riscos de contágio ficam na linha vermelha, portanto, fujamos para um tempo e um espaço, onde os cretinos e ratos, não saibam como lá chegar, já que, estes  são férteis de “inteligência” barata…

São uns dias atrás dos outros, e sempre tem mais um verme tropeçando no nosso caminho, sugando-nos as energias, de forma tão eficaz, que ficamos prostrados, e mentalmente mortificados…

Cansados, rumamos neste presente, cada dia mais ausente, não de motivações interessantes, mas de pessoas nada gratificantes…

Carregamos em nós o esforço Hercúleo de nos transcendermos cada dia, não nos falte as forças, e que assim seja…

Esperaremos  que morra o ultimo rastejante, quando  conseguirmos, ficaremos enfim e por fim tranquilos, não precisando exercitar a nossa mente, para a mediocridade, a fim de nos fazermos entender…

Espero que  tenham entendido!!!…

EU E O MUNDO

Albertina Correia

 

Anúncios