IMG_5158

A felicidade sabe bem o caminho de casa…

Todas a clamam e correm por Ela, mas esquecem que Ela, sim, Ela, nunca troca o seu caminho, a sua direcção é sempre o seu ninho…

Correm por aqui e por além,  pensando que ela se encontra numa qualquer esquina?

Desenganem-se, Ela é imponente, não lida com qualquer gente…

Jamais fica em qualquer esquina, porque isso é coisa de rameira

Ela não é nada disso, ela não vive essa vida, Ela é a vida inteira…

Só que, sabe bem escolher, a pessoa em quem  quer viver

Façam o que fizerem

A felicidade nunca esquece o caminho de casa

E, aconchegada, em gargalhada ou em silencio

Vai morar perto, longe, mas bem dentro, de quem tem a casa arrumada

Felicidade é assim, não mora em qualquer jardim

Rodopia, ilude, e faz crer

Que muitas vezes poderá até acontecer

Mas aí, ela volta de novo a casa

Porque sabe bem onde quer estar

Não importa a pessoa nem tão pouco o lugar…

A felicidade é tramada, troca as voltas na encruzilhada

É importante e imponente

Mas não vive em qualquer gente…

“Silencio”

Albertina Correia

Anúncios