img_0109

Cansada olho pela janela

Não   sei se é vidro ou se uma parede de pedra

Sentada penetro no infinito

Deste  nosso maravilhosos sítio

Consigo imaginar as árvores a abanar

O vento fora do lugar

O Sol a arder sem queimar

A lua adormecida sem estar perdida

Isto tudo através da minha janela

Que não sei se é vidro

Ou se é uma parede de pedra…

O que temos não é o que vemos

E o que vemos é produto da nossa imaginação

Onde uma parede de pedra

Pode ser bem uma janela de vidro

Tudo é uma questão de ilusão

Do que vemos com a nossa imaginação…

EU E O MUNDO

Anúncios