Por vezes, e, não raramente, tenho necessidade de ir ao meu Baú, que habita no fundo da minha alma, onde os ventos sopram e o coração acalma…AC

Essa necessidade, surge, quando fico à deriva, e, sem saber muito bem o que fazer, lá vou eu ao Baú, remexer…

Está  repleto de tudo que é bom, posso encontrar o que quer que seja, para acalmar esta vontade de viver no passado, mas que é presente ausente, sem futuro aparente…

O futuro não quero saber, pois ele é resquício de coisas mal resolvidas no presente, e são assim atiradas para a frente…

Prefiro o meu Baú, que tem tudo que vivi, que sei que aconteceu, que me faz bem, que me rejuvenesce a alma, me acalma, e me deixa nostálgica…

Poderia ser mau, porque o que está no Baú é passado, mas o passado, é a nossa vida em capítulos, que a qualquer momento, estão à nossa disposição, para deles dispor bem…

Tem memórias encantadas, outras atabalhoadas, tem fotografias, lugares, risos, choros, e,  tem Pessoas…

O meu Baú, é um tesouro que anda à deriva, bem guardado, só eu o posso traduzir, remexer e excluir, mas, fica como está, pois que como está, esta muito bem, não prejudica ninguém, a mim enriquece-me, dá-me paz e enlouquece-me…

Mas,

Estado de loucura
Será porventura
Um estado normal
Nesta anormalidade social …

EU E MEU MUNDO 🌎

Anúncios