“Para onde vão os nossos silêncios?” carton da Mafalda

Boa observação da Mafalda, para onde será que vão mesmo os nossos silêncios?

Silêncios são bons, porque são respostas (não) dadas a tolos, respostas contidas , vivências bem vividas,e tudo lá quisermos arquivar…

São pausas de música, são intervalos para respirar, encontros com a nosso Eu, e, são o que pretendermos que seja, perante o que acharmos melhor, (não) responder…

Os silêncios, não vão para nenhum lado, ficam estacionados dentro de nós, esperando que nos acalme, e não nos faça mal, até que o sinal verde se abra…

Muitos silêncios guardados, leva ao isolamento, e, certo ou errado, será porventura a tendência natural…

Falamos dos silêncios consentidos, os que queremos mesmo fazer, por termos a certeza de onde se encaixa cada um deles…

Depois, temos esse silêncio a que somos obrigados, e esses ficam mesmo no ar, a fazer grande barulho, ainda que silenciosamente…

Têm a potência de enormes bombas atómicas, quando explodem, arrasam tudo que está por perto, e nem está errado nem certo…

Depois da explosão, vem sempre a ilusão, ou desilusão, dos eu achávamos ter, ou não ter razão…

Os silêncios são mesmo assim, enigmáticos, mas também, simples, resolventes e práticos …

EU E O MUNDO 🌎

Anúncios