E fui assim
Caminhando pelo jardim
Rompendo a noite silenciosa
Chegando à madrugada inesperada
Por por meio da noite calada…
Não havia princípio nem fim
Nem havia estrelas no meu jardim
O luar adormeceu
Nem o vi, apaguei a luz e adormeci…
Pelo sonho dormido
Caminhei até ao meu abrigo
Encontrando pelo caminho
Pedaços de vento
Flechas de luz
Neve em camadas finas…
E com passadas refinadas
Pelas ruas desencontradas
Cheguei ao meu sonho final
Onde tudo está como deve ser
Em mais um novo despertar
E de novo no mesmo lugar …

EU E O MUNDO 🌎

Anúncios