Eu sou diferente de toda a gente

Nem melhor nem pior apenas diferente

E por isso amo a vida de forma intensamente

Os anos para mim nunca são novos

Nem os que vão, nunca serão  velhos

Para mim é um continuum marcante

De dias que nunca são iguais, e de pessoas fundamentais

Nunca quero deixar o ano antigo partir

Por vezes fico agarrada a ele,  como se dependesse de mim

A sua permanêcia na minha vivência…

Mas  muda, e muda sempre para diferente

Nem melhor nem pior, apenas  diferente

Esse diferente gostoso por saber que ele é novo

Mas sem nunca me deixar esquecer  o que passou

Que para mim sempre ficará e ficou

É um continuum 

Talvez por eu ser diferente de toda a gente mas nem melhor nem pior

Apenas diferente…

EU E O MUNDO

 

 

Anúncios