Existem amigos e amigos…

Eu não preciso de muitos, aliás dispenso muitos amigos…

Apenas preciso de quem esteve, está porque tenho a certeza de que estará…

Muitos amigos, não fazem o meu dia melhor, decerto o de ninguém, porque muitos amigos, é algo incompatível…

Se pensarmos bem, sabemos que é assim.

Depois, temos amizades, boas, é certo, mas são amizades, essas de beber um copo, de falar sobre tudo e sobre nada, mas tudo e nada, é muito menos do que,  o que  um verdadeiro amigo faz e sabe, acerca de nós e dos nossos “assuntos”.

Como são assuntos nossos, partilhar com muitos amigos é perigoso, alguns, apenas querem informação, como comummente vemos nas redes sociais, este tipo de post’s a passar e que de resto, muita gente partilha, então, até parece que fazem sentido, e fazem.

Mas, como eu referi, apenas preciso do que me enche a alma, do que entende e compreende, do que me  “escuta com olhos de ver” e “ vê com olhos de ouvir”, estes são raros e raramente aparecem, são tal como almas gémeas, ninguém separa, nem mesmo os indignados, por não entenderem e muitas vezes, até quererem destruir.

Por isso mesmo, eu sou grata, por ter esta espécie rara, no meu círculo…

Amizade é isto, ser, estar, ouvir, calar, partilhar, falar, sem fazer juízos de valor, nem se pendurar, para ver quem é o mais “alto”…

Amizade, com A maiúsculo, tal como o Amor, porque amizade sem amor, não existe, é falsa, apenas nos dá que o que queremos ter, e não o que devemos ter, o que queremos ouvir e não o que devemos ouvir, assim sucessivamente…

Não é “coisa” de homem ou mulher, é apenas um sentimento que nos percorre a alma, como ouro em estado líquido…

 E o “ouro” preserva-se, guarda-se, porque valoriza sempre com o tempo…

EU E OS OUTROS

Anúncios