Sempre regresso aonde me chama o universo 

E

Olhando através da vidraça, penso na vida que passa, medito sobre o que não é dito, e simplesmente deixo existir porque eu também existo…

E

Se aceitamos que existimos 

 

A vida se pensa de forma diferente

Mais tranquila e mais paulatinamente

E

Ainda assim

Nos aceitamos sem questionarmos

Pensamos e não verbalizamos

Mas existimos sem insistirmos

E

Olhando através da vidraça

A vida por nós  passa e repassa

Meditamos no que não é dito

Porque existimos e existo…

EU E O MUNDO

Anúncios