Tenho impulsos de vos matar
Mas só de pensar
Que vão para um melhor lugar
Prefiro então que cá fiquem
E paguem o que têm para pagar
Para assim evoluírem
E irem depois para o outro lugar
E não terão mais que aqui voltar
E eu jamais terei que vos matar

Tudo isto porque sou humana
Estes impulsos vou transformar
Numa vontade maior
Que mora em outro lugar

Não mais precisarei de morrer
Nem tão pouco de matar
A fim de irem para o lugar melhor
Mas antes percebam
O porquê que têm que cá ficar
Sem ser necessário morrer
Nem tão pouco de matar

Albertina Correia 07/11/2013

Anúncios