RSRSRSRSRRS

Hoje acordei cansada, e,

Fiquei sentada sobre tudo  e sobre nada

E nada nem sequer fazia sentido

Do real sentido em que me encontrava…

Coisas da obscuridade da mente

Para lá do inconscientemente

Que reflectindo e discernindo

O sentido o sentir e o sentada

Não me deixou sair correndo

Nem me permitiu  ficar  parada…

Estes assuntos de mente atribulada,

Que,

Mais valia  estivesse adormecida

Para o irreal sentido da vida…

(mais folhas)

Albertina Correia