mania de escrever

Escrever…

Até não  apetecer…

Até não haver paciência

Para me ler…

Escrever, escrever…

É forma  de aliviar

De correr e saltar

De sorrir e até chorar

E tudo sem sair do lugar

Escrever é assim,

Colhem-se flores em qualquer jardim

Viaja-se ao fim do mundo

Ama-se ao luar, em cima do sol ou debaixo do mar

E tudo  sem sair do lugar…

Escrever, escrever…

É tudo que apetece fazer

Por tudo que não se consegue ter

É assim…

Escrever

Viver sem fim

Basta caneta e papel

Fazer da vida um carrossel

E quem não puder ou souber imaginar

Que vire a pagina ou vá passear…

Nem todos têm que escrever

Nem todos têm que a ler

E nem todos podem sonhar…

(estados de alma)

30/08/2014

AC

Anúncios