TEMPO

Perguntei ao tempo

Quanto mais tempo precisa de mim

Respondeu-me que o meu tempo

Já não é tempo sem fim

Fico mais satisfeita

Por saber que pensa assim

Espero que não volte atrás

E depois me venha dizer

Que afinal o meu tempo

Pertence a todos vocês…

Aí ficarás nas mãos

De quem te quiser ajudar

Depois de lida a sentença

Do meu tempo não abdico

Seja porque razão for

Que não seja apenas a tua dor

Para me fazeres voltar atrás

Eu como sempre faço-te o jeito

Mas isso só de me deres mais tempo…

(estados de alma)

AC

Anúncios