IMG_0365.JPG

Saudades são utopias
De mentes há muito vazias…
Essa dita saudade
É a pena de nós mesmos
De tudo que não vivemos
E podíamos ter vivido…
Não fossem os casos e os acasos
Avarias e desvarios
Das mentes ocupadas
Por desvarios momentâneos….
Saudades seriam encantos
De tempos irrepetiveis
Das emoções nela contidas
Para sempre bem vividas
Guardadas e arquivadas
Num corpo e uma mente
De uma saudade não presente
Numa alegria permanente…
Assim saudade virava vida
Vida virava a alegria
E saudade desaparecia…
Quiçá…

(Estados de alma)

12/10/2013
AC

Anúncios