Vida

Tenho falado com o tempo

Permanido com ele

Do tanto que me foi dito

Nada entendi

Então fugi, e fui por aí

Só que esbarrei com mais Dele

Bati, empurrei

Só mais tempo encontrei…

Nasce como ervas daninhas

Faz aparecer a flor,  que cresce

Sem dar conta que tempo desaparece…

Ela acabou, morreu

O tempo continuou

Esse tempo infinito

Que transborda pela vida

Fazendo-nos dividi-lo

Como se pudesse ser melhor vivido…

(estados de alma)

Albertina Correia

Anúncios