herança

O que podemos deixar

Como herança neste lugar?

Um mundo de sonhos

Escrito em versos

Em sonetos, em prosa

Em alegrettos…

Um mundo idealizado

Por poetas, músicos e pintores

Pintando o mundo de múltiplas cores…

Esta é a maior riqueza

Que pode aqui ficar

O mundo no mesmo lugar

Da forma que o imaginamos

Escrevendo o  futuro e o  passado

Guardado em cada um

Que não se importe em atirar para o ar

O mundo que quer deixar…

São sonhos bordados

Em paginas brancas

Colorindo e cantando

Por vezes chorando

O que imagina na alma

Que sente com o coração

E e digita com a “razão”…

O mundo dos poetas é mesmo assim

Um mistério sem fim,

Ânsia de transmitir

Que o mundo também se faz a sorrir…

Aqui fica a minha herança

Sonhada desde criança

Desde sempre com esperança….

(estados de alma)

Albertina Correia

Anúncios