TRISTE

Hoje mais triste

Abatida e cansada

Desta vida

E das vidas que não valem nada

São as vidas em desvario

Pondo todas outras em perigo

Tentar perceber

A vida que cada um opta por ter

É complicado

Consome-nos, reparte-nos em bocados

E fragmentados

Oramos , e interiormente suplicamos

Refugio-me nas palavras

No meu silêncio

E em surdina

Elevo meu grito ao universo

Espero , adormeço

E sonho com um novo recomeço…

(Ler mais além)

Albertina Correia

Anúncios