20140421-082621.jpg

Não somos nada

E na verdade não podemos ser mais

Do que aquilo que nada somos

O caminho se faz caminhando

Carregando e descarregando

Depende para onde se quer ir

E a bagagem que cada um se quer permitir

Então

Vestimo-nos de Egos

Conceitos e pré-conceitos

E fazemos jogos juízos e julgamentos

De tudo que entendemos por certo

Tendo em conta o tamanho do Ego

Mas na verdade

Nada somos

Nada podemos espirar a ser

Porque viemos a este mundo com “Nada”

E  “Nada” é o essencial para cada um viver…

(estados de alma)

Albertina Correia

Anúncios