POEMAS

XX

Podemos até chorar

Pensar que é a brincar

Que a poesia não faz sentido

Para o real sentido da vida

Mas, poetizar

É uma forma de amar

Viver  em volta do mundo

De vós

De todos nós

Sem sair do lugar

Sem vergonhas nem lamentos

Porque à poesia

Tudo é permitido

Mesmo encontrar palavras sem sentido

Para puder expressar

A vida fora do lugar

O amor a extravasar

Mas isso depende

Da forma como é lido

A interpretação é de quem a faz

Dependendo do que quer e pode

Do que acha e sente

Não envolvendo gente

Que não seja apenas o seu Eu

Idiota idealizado

Inocente desesperado

Mas com leveza se lê o poema

E os poemas são assim

Escrevem mundos sem fim…

Albertina Correia

(in :POEMAS )

reservados direitos de autor

dep legal nº 387342/15

Anúncios