eu

 

Pois é, após algumas leituras matinais, que sempre faço, seja nas redes sociais seja em “papeis”, verifico que o mundo ,tal como se apresenta, deveria ser quase perfeito, atendendo a tudo que se diz e escreve, e sobre tudo que se opina, é só catedráticos, chego a me sentir minúscula com a minha ignorância …

Já nem vou “falar”dos maravilhosos post’s que se fazem, sobre como bem viver, como bem fazer, como ser solidário, como ser  bom marido e esposa, como ser bom  amante, como ser bom pai e mãe, como ser bonito, magro,  como ser ,como ser, como ser, e como espevitar a espionagem, num mundo em que ninguém é NADA…

Estou em crer que, se em vez de se escrever, se se actuasse sem nada dizer, o impacto seria, esse sim, quase perfeito, contudo, vamos criando uns nos outros, a ilusão de que estamos a fazer tudo que supostamente é correcto, só que, ficamos-nos pelas palavras escritas, que nada servem…

“Vigiamos-nos” uns aos outros, tentando cada um dar o seu “melhor”, para saber quem ganha esta coisa de, melhores férias, melhores “amigos”, melhores destinos, melhor performance, melhor vida social etc etc etc, só que, a vida social, passa-se nuns escassos minutos da realidade geográfica (os que se passam), o restante tempo, é a competição de quem se expõem em maior quantidade de fotos , sendo que, o que em verdade deveria contar, fica por dizer e  fazer…

Também é facto, que uma imagem diz mais que mil palavras, mas as imagens de hoje em dia, são tóxicas, quer pela selecção, quer  pela quantidade em que são (re)produzidas, não dando espaço a ninguém para a devida reciclagem, juntando a este cocktail, as maravilhosas e fantásticas memorias destas máquinas…

Chegados a este ponto, vemos-nos forçados nós mesmos (quem entender assim) a fazer a dita reciclagem, e, é nessa hora que percebemos, que existe mais mundo, mais rede social, mais conteúdo formativo e informativo, dentro e fora deste espaço…

Falo, e escrevo mais sobre este espaço “social”, porque de facto aqui tudo se passa, e, fora dele não se passa nada…

Inversão de valores e alteração de paradigmas, que, a grande maioria já percebeu, mas está ocupado demais a actualizar as  noticias sobre noticias, as fotos sobre as fotos, comentários sobre comentários … do que a inverter o estado das “coisas”…

Eu já fiz a minha “limpeza” , para poder ver mais claro o que quero, sendo-o forçada a fazer, devido à overdose de assuntos e fotos, a que todos os dias somos sujeitos…

Nem certa nem errada, apenas num outro alinhamento, O MEU…

EU E O MUNDO

Albertina Correia

 

 

Anúncios