azul

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dia imaginei o mundo , para lá do sol nascente…

Não havia tempo, nem vento

Nem lua, nem chuva nem gente

Tudo isto

Para lá do sol nascente …

Ainda assim fui caminhando

Debaixo do tórrido brilho solar

Debaixo da noite lunar

Estrelas cintilantes, num universo repleto

Para lá do sol descoberto

E depois do Sol nascente…

Albertina

“Silêncio” (2016)

 

 

 

Anúncios