Estava voltada

Parecia que não via nada

Mas, apenas olhava o outro lado da vida

Talvez a que importa mais

A que está em silêncio

Por não necessitar de falar…

De costas voltadas, olhamos o que mais nos aquieta

O que não nos aflige

O que nos permite seguir em frente

Ocultando outra gente

Essa que nos enche e nos farta

E nos faz perceber que dessa forma a vida é barata…

Dessa que não quero,

Prefiro ficar ao vento, sentada no tempo

Olhando o outro lado que importa

Não me interessando se a outra está viva ou morta…

É outra espécie de vida

É inteligente, não inquieta e não vive com pressa…

 

EU E A NATUREZA

 

Anúncios