“Finalmente regressou,após uma longa ausência”…

chuva

Nem sempre o Sol me aquece
Me irradia ou me dá alegria…

Anseio pela chuva
Que me lava e me acalma
E se dissolve ate na alma

Saboreio cada gota
Que passeia pelo meu rosto
Salga os meus pensamentos
Purifica os meus momentos

Saio estrada fora
Saboreando a corrente
De tantas e tantas gotas
Que guardei dentro de mim
Que com ela faço lagos
E rego imensos jardins…

Albertina Correia

View original post

Anúncios