(…)

Há! Quisera eu morrer e nascer
Para de novo voltar a escrever…

Porque
A vida se faz de palavras
Umas ditas outras caladas
As que digo são tais e quais
Já as outras são mais anormais
Não têm som, é só silêncio
E fazem um barulho imenso…

E porque a vida se faz dessas palavras
De poesias e prosas inventadas
De escritos escritas
Da noite e dia
De madrugada e alvorada
De chilrear na neblina
Numa qualquer noite cretina…

Aqui estou eu para dizer que se morrer

De novo regressarei para voltar a escrever…

(continua )

EU E O MUNDO 🌎

 

 

Anúncios