O que é isso de amor e amar?
Tenho dúvida que alguém saiba responder, para que todos entendam da mesma forma, nem mesmo o Luis Vaz Camões, que foi quem melhor o descreveu, à luz dos seus olhos e do seu saber, enquanto o que achava sentir ser amor…
Mas, esse amor de Camões, era um amor sofrido, quiçá nem correspondido, por tão contrário que foi “o tal querer não querer” o tal “fogo que arde sem se ver” o tal “contentamento descontente” e tanto mais, que só ele sabia do que sentia e escrevia…
E, todos terão opinião diferente que difere do sentir de cada gente…
E eu, também tenho a minha opinião sobre esse tal amar de amor, ou com amor…
É um sentir para lá do tempo, para lá do firmamento, é um estar bem, de bem estar, é um bem querer, de tanto querer , mas sem dor e sem doer…
É sentir o pulsar das emoções, fora e dentro dos corações…
É sentir emoção até de uma simples canção, como se ela fosse parte do mesmo amor e da mesma sensação…
Amor é amar, por tudo que se mexe e move, sem género e sem idade…
É respirar de alívio mesmo sem fazer sentido
É fundir corpos mesmo estando juntos ou separados
É sentir a plenitude de tudo dentro e fora de si
É ouvir aquela canção, sentir o vento no rosto, o marulhar, o enrolar da areia, a neve, o tempo, sol, o inverno e o verão em qualquer estação…
É estar bem, sem saber o que é estar mal, estando…
É sobretudo amar a si mesmo, como se fosse dois, quando está um para cada lado, sem perder o sentido da vida, porque amar é apenas bem viver, bem estar, bem ser, olhar, sentir, ver…
Amor é vida em estado avançado , onde o que realmente interessa, é completamente desinteressado…
Amor é acima de tudo individual, para assim poder atingir a plenitude …
Mas, esta é minha (mais uma) definição de amar e amor, sem doer e sem dor…

COISAS DE OUTRAS EMOÇÕES

Anúncios