A vida nem sempre é como queremos ou pensamos que queremos, mas, é sobretudo como a construímos e o resultado dela, é a construção que foi feita ao longo do cada percurso.

Por vezes, pensamos de nós para nós, mas que porra de vida a minha, sem ter a noção da vida que consciente ou inconscientemente foi escolhida (se é que foi) e/ou traçada .

Não obstante tantos chavões, tantas teorias, tanta informação do que é supostamente certo, nada, mas mesmo nada, resolve, justifica, ou simplifica o que vai em cada ser humano.

Nada é estanque, como tal, as referidas teorias não tem aplicabilidade, já que, o ser humano está em constante mutação, pelo que, o que hoje pode ser certo, amanhã será ou não.

Somente nós, enquanto seres individuais que somos, podemos gerir o que nos vai dentro e fora do corpo físico e psicológico, ninguém pode ou sabe opinar, porque, ninguém mora dentro de nós, apenas crêem com verdades e experiências próprias, que são mesmo isso, as próprias, nada mais…

A VIDA NUM SEGUNDO