Quero ficar neste lugar, quieta e parada…

Não quero estar com pessoas, falar ou explicar…

Não quero nada, que mais não seja ficar calada…

Simplesmente não quero…

Cansada, prefiro estar como estou, só e bem acompanhada…

De mim para comigo, já não preciso de mais

Não preciso de pessoas mofentas…

Não  preciso de pessoas birrentas …

Não preciso de mais do mesmo…

Porque o mesmo satura, é demasiado

Leva sempre ao mesmo lado

Há “je ne sais quoi” da existência humana

Que me remete para a uma solidão nobre

E nela me encontro sempre

Enquanto o mundo caminha ausente…

EU E O MUNDO

Anúncios