Hoje, é onde eu estou presente, onde sinto tudo na hora certa, bom e menos bom.

Amanhã, não sei como será, portanto é um mistério, que só serve para abrilhantar filmes.

Agora, estou aqui e sou suficiente, só preciso do que está presente.

Por vezes criam-se “raivas”, por causa do passado, e não se caminha certo para o futuro misterioso.

Eu não gosto de mistérios, nem de surpresas, nem do passado nem do futuro, gosto apenas do que simboliza esses estados, do e no  tempo, todo o resto é fumo sem chama.

Estou aqui, daqui a pouco não sei, mas agora é isto, deixo aqui escrito, porque este é o momento certo, a hora H, vamos ver o que me reserva daqui a um segundo, um minuto ou uma hora, prometo estar presente, e ser de novo suficiente…

EU E O MUNDO

Anúncios