Hoje, pode ser agora como este tempo que decorre…

O que decorre é transformação, dos tempos que já lá vão…

Quase ficamos sofucados de tanta informação barata…

 Sobre assuntos , de assuntos que não dizem nada de nada…

São opiniões sobrepostas, que poluem o ar que queremos respirar…

Mas temos que estar “ligados” às máquinas

Mas, não tem que ser, porém,  parece que temos sempre algo a dizer…

Não fazemos a diferença, mesmo sendo diferentes…

O que se passa?

Sao os tempos que decorrem, ou pode ser mesmo agora

E, agora vou-me embora, está tudo dito, repetido

Mais de milhões de vezes mas, sem qualquer sentido…

ASSIM

Anúncios