LOUCURA

Como eu gostaria de entender a vida

Adormecer  e viajar para trás

Será que irei perceber , como então tudo se faz?

Fico sentada na estrada

Apanhando a chuva gelada

Pois que tudo posso fazer

Mesmo quando é suposto não ser..

A água lava-me e leva

A alma para bem longe

Não preciso tão pouco sonhar

Como é que tudo  deveria se processar?

Será que necessito adormecer

Viajar da frente para trás

Para tentar entender

Tudo que para a frente

Está sempre a acontecer?

E se à frente for o passado

Da viagem feita ao revés?

Então o revés só pode ser

O futuro da vida a acontecer…

Será?

E  se não for

Um dia se saberá

Só não sei se estarei aqui

Mas mais de mim estará….

(mais folhas soltas)

Albertina Correia

13/11/2014

Anúncios