DEVER SER

Nada na vida deveria ser vulgar
É tal como o dever ser e estar
Como nada fazer
E somente complicar…

É como caminhar solta ao vento
Pelo mundo dentro
Encontrar-se em encruzilhadas
Receosa por as encontrar
Mas completa por as ultrapassar…

E assim é o dever Ser e Estar
Porque a vida não permite ser vulgar
Enfrentar cada desafio
Rumo ao futuro seja qual for o destino…

Portanto ser pessoa e não ser vulgar
É assim o Dever Ser e o Dever Estar…

(estados de alma)
Albertina Correia

sem data (muito antigo)

Anúncios