transferir

 

E assim aconteceu Adormeci com 2015, e acordei estremunhada

Com 2016 que com chuva me bridava…

Ficaste ofendida cinderela ?

Começas bem e teu início

Espero que tenhas um fim com principio…

Que te deu, ficaste amuadinha?

Então atiras com chuva e nem sequer é miudinha?

Deixa lá isso, e começa de novo

E faz jus ao teu povo

Que espera arduamente que sejas mesmo imponente

Não te foques no que ficou

Porque esse cumpriu a missão

Agora o testemunho é teu

Inventa, salta, ri, e sai solto por aí

Mas não fiques a chorar

Lava o que tens que lavar e

Recomeça não esquecendo as raízes

Para poderes deixar impresso

O teu fabuloso começo…

Vá lá, de mim terás 366 oportunidades

Mais uma que o teu antecessor

Entao mãos ao trabalho

Caso contrário terás que te haver comigo

Não te darei nenhum sossego

E quero que te juntes a mim

Estejas sempre presente

Não faças do passado, presente

Nem do futuro ausente…

Tu consegues

Carregas em ti a força do universo

Esse que faz sempre tudo certo

Vou confiar mais uma vez

E quiçá para o ano tu consigas de  mim

O que agora esperavas e não tiveste

Apenas porque nada provaste …

Deixa lá não me leves a mal

É que eu sou mesmo exigente

Não te vou largar um minuto

Para já bem vindo 2016

E que não te passe pela cabecinha

Fazer-me a vida negrinha 😉
Albertina Correia

Anúncios