Ai se me fosse concedido um único desejo, nem que fosse apenas por umas horas…

Eu escolheria algo tão simples, como desligar o botão que mantém activas as redes sociais …

E, não era preciso desligar todas,  chegava-me o Facebook, esse face descarado, que põe a nu, o que é, o que não é, a bondade alheia qual capa de parvoíce fantasiada, pessoas maquilhadas com Photoshop, férias inventadas ou por encomenda, bebés expostos como se fossem mercadora para vender, lindas “lengalengas  “, repetidas até à exaustão, que mais não servem, do que ocupar espaço nas referidas…

Eu gostava de ter esse desejo, e desligar por uma horas apenas, veríamos o desvario desvairado, de todos, sem poupar géneros nem idades , somos uns obcecados e consequentemente alienados da realidade, por estarmos a viver on line, “realidades” de outros que são tudo, menos realidades reais…

Como eu gostava de colocar o on,  em of, talvez por umas horas as pessoas estivessem atentas a outras coisas e outros assuntos…

Ainda assim, estou em crer que passariam todas essas horas, a tentar perceber porque raio o face não funcionava…

Alienação  completa do mundo, ou se quisermos, sempre a par de tudo no mundo em tempo real, mas que realmente apenas é, para comermos o que nos querem dar…

A ordem mundial toma forma, e nós  com eles nada podemos, demais “enfarinhados” para fugir da norma, neste caso a  facebookiana…

Quem sabe um dia, o meu desejo se concretiza, até lá, também eu, de quando em vez, lá vou na enchurrada….

EU E O MUNDO

Anúncios