Encheste a minha alma

Nesta manhã tão serena…

Sinto teu perfume no ar

E uma paz de abraçar …

Neste jardim esverdeado

Num amor entrelaçado…

Sorrio mas não sozinha

Sorrio porque sorrio

Nesta manhã tão serena

Com aromas de alfazema

Nesta pradaria aberta

Minha alma fica repleta ….

Por isso sei que estou certa

Porque o que vem de dentro

Não é um tanto faz

É a vida como a escolho

Nem sempre bem nem mal

O que fica e a paz

Por nunca ser um tanto faz …

OS ANOS LOUCOS